domingo, 19 de junho de 2011

Condenamos a atitude do Professor e Psicólogo (marxista, socialista, esquerdista e construtivista) Hubert Van Gijseghem que defende a prática da pedofilia.

Condenamos a atitude do Professor e Psicólogo (marxista, socialista, esquerdista e construtivista) Hubert Van Gijseghem que defende a prática da pedofilia.

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://pedofilianauniversidade.blogspot.com/2011/06/condenamos-atitude-do-professor-e.html

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, Jeronymo Pedro Villas Boas, mostra que há esperança para o STF se recuperar da sua imoralidade: "Mesmo com decisão do STF, casal gay tem união estável cancelada em Goiás"

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, Jeronymo Pedro Villas Boas, mostra que há esperança para o STF se recuperar da sua imoralidade: "Mesmo com decisão do STF, casal gay tem união estável cancelada em Goiás"

Clique no link abaixo para acessar a matéria:
http://corrupcaojuridica.blogspot.com/2011/06/o-juiz-da-1-vara-da-fazenda-publica.html

quarta-feira, 15 de junho de 2011

PALESTRA GRATUITA: MASP – Método de Análise e Solução de Problemas

PALESTRA: MASP – Método de Análise e Solução de Problemas


MASP - MÉTODO DE ANÁLISE E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Evento Gratuito


Data: 30 de junho de 2011

Horário: 9h30 às 11h30

Local: Laboratório de Engenharia de Produção Mecânica

Praça Mauá, 1 - Bloco C - sala C1 - Campus de São Caetano do Sul

São Caetano do Sul – SP

Objetivo:

Conscientizar os participantes sobre o MASP, como apoio na resolução de problemas industriais.

PROGRAMA

- Perfil do Treinamento Profissional em MASP

- Identificar problemas que podem ser resolvidos pelas equipes da fábrica;

- Conhecer as ferramentas e métodos aplicados para implementação na fábrica

- Estruturar a área de planejamento e controle de produção para apoio na implementação do MASP.
- Capacidades Técnicas

- Entender a metodologia MASP;

- Identificar os problemas que podem ser resolvidos pelos operadores;

- Identificar soluções e alternativas para implementação.



Palestrantes:

Eduardo Linzmayer

Engenheiro de produção pela Politécnica da USP, pós graduado em administração de empresas pela FEA USP e mestrando em engenharia pela Escola de Engenharia Mauá. Professor associado da Engenharia de Produção da Escola de Engenharia Mauá e professor convidado das Faculdades Oswaldo Cruz e PUC do Paraná. Consultor especialista em produtividade e racionalização industrial, com experiência na aplicação de ferramentas de “chão de fábrica”


Gilberto Freire

Engenheiro de Produção formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1976), com mestrado em Engenharia de Produção (2007) pela mesma escola. Professor do Instituto Mauá de Tecnologia em disciplinas de graduação e pós-graduação de Engenharia de Produção Mecânica. Possui 22 anos de atuação em vários cargos na indústria de autopeças, no Brasil e no exterior. Pesquisador das áreas de Qualidade, Logística e Programação da Produção.


INSCREVA-SE JÁ,
clique aqui
http://www.fiesp.com.br/micro-empresa/curso-palestra/palestra/masp_maua.aspx?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=convite-masp-maua


INFORMAÇÕES:

Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria da FIESP

Telefones: (11) 3549-4232/ 4446/ 4453

e-mail: cursos@fiesp.org.br


REALIZAÇÃO:

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - FIESP

Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria - DEMPI

Instituto Mauá de Tecnologia


Divulgação: http://luis-cavalcante.blogspot.com/

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Especialistas indicam 10 passos para ter sucesso como autônomo

DANIELE MAIA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA
 
Ser um profissional autônomo tem suas vantagens, como não ter de se reportar a chefias e fazer o próprio horário de trabalho.

Mas essa opção, tão comum entre médicos, advogados, dentistas, arquitetos e contadores, não é adequada para qualquer pessoa.

Segundo Francisco Marins, gerente de Educação e Cultura Empreendedora do Sebrae-RJ (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), ser um excelente profissional não significa ser um autônomo bem-sucedido.

"É preciso se planejar, conhecer o mercado, investir em rede de contatos para captar e fidelizar clientes e entender minimamente sobre gestão orçamentária", orienta.

Para o administrador Fábio Zugman, autor dos livros "Empreendedores Esquecidos" e "Administração para Profissionais Liberais", dois dos principais pontos a serem observados são a administração financeira --não confundir o dinheiro do negócio com dinheiro pessoal-- e a rede de contatos. "Você é seu cartão de visitas", resume.

Vivek Chugh/StockPhotos
Arquivo - Business Card Photo/Vivek Chugh /StockPhotos/ Jan 2, 2008 ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***

Planejamento é fundamental para o autônomo bem-sucedido

Veja, a seguir, dez orientações dos especialistas para ter sucesso na carreira como autônomo.

1. Ter planejamento: pesquise e conheça a área de atuação do seu trabalho. Se for montar um escritório/consultório, procure saber, por exemplo, se o bairro escolhido tem uma oferta grande desse tipo de serviço. Verifique a concorrência, faça uma estimativa de gasto inicial e veja se o orçamento está adequado ao seu bolso.

2. Gerenciar contas: dinheiro profissional não é dinheiro pessoal. Não comece a vida de autônomo com a ideia de ter uma boa remuneração no começo. Reserve um fundo, suficiente para seis meses, para contas fixas, como secretária, aluguel e conta de telefone.

3. Trabalhar em equipe: é bom conhecer todo o funcionamento do negócio, mas não vale se martirizar por não saber tudo. Se tentou e não conseguiu cuidar da contabilidade, por que não terceirizar um contador? Pode sair mais barato pagar esse profissional do que gastar horas tentando entender algo que não domina.

4. Investir em capacitação: é preciso dar conta da área de atuação, gerenciar pessoas e controlar finanças. Para não se sentir "jogado aos leões", uma boa opção é fazer cursos voltados a gestão.

5. Administrar o tempo: Muitas vezes, o profissional autônomo trabalha de casa. Se isso acontece, redobre a atenção. Não é porque você está em casa que tem que se distrair com demandas como filho, campainha, vizinha. Para evitar melindres, vale uma conversa franca assim que iniciar as atividades em casa.

6. Utilizar redes sociais a seu favor. Em vez de gastar horas e horas no perfil pessoal, crie um profissional e invista nele.

7. Tirar férias: todo profissional precisa de descanso para repor energias e voltar com mais afinco, disposição e ideias. Para isso, você precisa planejar o trabalho, compensando a ausência nas férias.

8. Evitar cheque especial: segundo os consultores, muitos profissionais recorrem a essa ferramenta, principalmente no início. É melhor fugir dos juros, de, em média, 8,90% ao mês, do cheque especial e verificar as taxas para capital de giro e investimento.

9. Ampliar a rede de contatos: Captação de clientes é fundamental para o faturamento. Converse com pessoas na padaria, na academia, no clube, na praia, no jogo de futebol e na festa de família e tenha sempre em mãos um cartão de apresentação.

10. Investir no marketing pessoal: Não aposte apenas na competência profissional. Principalmente para os autônomos, vale aquela máxima: as pessoas precisam ser vistas para serem lembradas --seja pela aparência, pelo local de trabalho ou por telefonar para clientes em datas específicas.

Fonte: http://classificados.folha.com.br/negocios/923378-especialistas-indicam-10-passos-para-ter-sucesso-como-autonomo.shtml

Divulgação: http://professorluiscavalcante.blogspot.com/