terça-feira, 4 de dezembro de 2012

10 passos para arrasar na sua carreira de Freelancer em 2013

Faltam apenas alguns dias para o final do ano. Chegou o momento de começar a analisar como foi 2012, se concluiu os seus objetivos e acima de tudo se os últimos 365 dias foram de encontro àquilo que pretendia para o seu negócio. Mas além de toda esta análise, é importante que comece desde já a planejar o seu futuro, mais propriamente o ano de 2013. Este hábito é muito debatido no final de cada ano e é muito comum vermos televisões e outros programas falando sobre objetivos para o próximo ano. Porém, um problema parece surgir na vida de todos os que tentam definir metas: elas acabam por não ser cumpridas.
 
No início do ano todos estão motivados. São feitos inúmeros objetivos e tudo parece perfeito. Mas aí a realidade começar a aparecer: surgem as primeiras dificuldades, algumas metas ficam para trás e o mais comum é terminar o ano sem objetivos concretizados. Mas por quê isso acontece? Já falei sobre esse tema no meu artigo onde dei conselhos para parar de adiar as suas metas e objetivos, um post que aconselho vivamente que você leia se quiser entrar com o pé direito em 2013. Se você quiser saber o que deve fazer para ter um próximo ano em grande, preste bem atenção às próximas linhas. Elas podem definitivamente mudar a sua situação pessoal e profissional.

1. ANALISE O ANO ANTERIOR

Para começar, o primeiro passo é fazer um pequeno flashback do ano anterior e tentar perceber a razão dos seus objetivos não terem dado certo. Onde errou? A culpa foi sua em todos eles? Estas são apenas algumas das perguntas que deve responder, mas por vezes nem tudo é assim tão linear. Existem pormenores que provavelmente você nem sequer pensou. No entanto, nos próximos parágrafos irá ter a noção de como eles podem ter feito falta na definição dos seus objetivos.

2. EM 2013 EU QUERO…

Agora chegou o momento que todos adoramos! Agarre numa folha de papel e na parte superior escreva “Em 2013 eu quero…” e escolha…apenas três objetivos. Isso mesmo, desta vez você apenas tem autorização para escrever três objetivos. Nem mais, nem menos. O motivo é muito simples: grande parte das pessoas quer tudo e acaba ficando sem nada. Vamos adotar uma postura mais Zen e desta vez vamos escolher apenas três objetivos. No entanto, tenha cuidado na definição das metas. Elas devem obedecer algumas características:
  • Especificidade: Dizer que quer ser feliz não é uma meta muito concreta e as chances de você falhar são enormes. Para facilitar o processo, opte apenas por objetivos que sejam específicos como comprar uma casa, um carro ou um novo computador.

  • Tempo: Quando pretende que esse objetivo esteja cumprido? A questão tempo é fundamental. Sem ela, você aumenta as suas chances de ficar com a sua meta “para amanhã”. Então na frente da sua meta insira o mês em que esse objetivo vai ser concluído. Por exemplo: comprar carro (julho).
Estas duas variáveis começam por fazer a diferença na definição de metas. Mas prepare-se: estamos apenas começando…
Nota: Se quiser, agrupar vários objetivos num só também é viável. Imagine que você tem dez páginas de fãs no Facebook e todos os meses quer crescer 50%. É aceitável isso ser apenas um objetivo, apesar de serem múltiplas páginas. Porém, lembre-se que pode não ser fácil cumprir essa meta para as dez páginas. Se sentir dificuldades, concentre-se apenas em metade delas.

3. FOCO

Ao definir um número reduzido de objetivos, isso permite que o leitor concentre o seu foco em cada um deles. Funciona mais ou menos do estilo Zen Habits (se quiser saber o que é clique aqui): por vezes menos é mais. Mantendo o foco em apenas três metas, todas as suas forças vão de encontro para que elas sejam cumpridas. Se você sentir que três ainda é muito para você e que terá dificuldades, concentre-se apenas em duas ou uma das suas metas. Não tem problema. Roma não foi construída num dia e certamente a sua vida não vai mudar se apenas conseguir cumprir uma meta este ano. Afinal de contas, você passou 2012 sem conseguir cumprir um único objetivo! Conseguir cumprir pelo menos um deles já será um avanço de 100%.
 
como definir objetivos para 2013

4. GANHANDO O HÁBITO DE CUMPRIR OBJETIVOS

Todos sabemos que ninguém consegue fazer sucesso no negócios cumprindo apenas um objetivo por dia. As empresas hoje têm de crescer a um ritmo de 10 a 15% e isso, na maioria dos casos, seria impossível com apenas um objetivo. Contudo, o meu intuito além de aumentar o seu foco, é também que ganhe o hábito de cumprir objetivos. Ao adquirir esse hábito, será mais fácil replicá-lo nos anos seguintes. Por isso, comece pequeno, mas comece conseguindo aquilo que pretende.

5. OBJETIVOS A LONGO PRAZO

Se por um lado é importante que você consiga cumprir objetivos a curto prazo (um ano), também é importante que você tenha metas a longo prazo (5, 10 ou 20 anos). Um dos problemas de se fazer objetivos num espaço de 365 dias é que você acaba perdendo o foco de conquistas mais complexas, como a compra de um carro ou uma viagem mais cara. A não ser que você ganhe muito dinheiro, dificilmente conseguirá juntar valores que sejam suficientes para a compra de um carro. Então, o que fazer nestas situações? O meu conselho que além das metas para 2013, guarde também espaço para as metas para 2014, 2015 ou 2016.
 
Apenas desta forma, você conseguirá dar os primeiros passos para uma conquista maior. Peguemos novamente no exemplo do carro. Se você quiser comprá-lo em 2014, necessita de começar a dar os primeiros passos hoje. Então, faça um planejamento de dois anos. Não é algo que você precisa de cumprir já em 2013, mas ele deve ser começado nesse ano. Portanto, coloque ele nessa lista de objetivos para 2013. “Vou juntar 300 reais todos os meses para o meu carro novo”, por exemplo, é uma meta que está inserida no próximo ano mas que não necessita de ser propriamente concluída neste ano.
Ebook - Ser Freelancer

6. O QUE FAZER COM OBJETIVOS MENOS ESPECÍFICOS?

Todos nós temos objetivos de ganhar mais dinheiro ou de conseguir mais clientes. O problema é que essas metas são difíceis de mensurar. Ao inseri-las num conjunto tão amplo, facilmente ficará sem noção se elas estão sendo cumpridas ou mesmo o que deve fazer para chegar ao número pretendido. Nestes casos, o melhor é dividir em porções mais pequenas. Quer ganhar mais dinheiro por mês? Em primeiro lugar saiba o que isso significa em termos numéricos. Depois, defina quanto que você necessita de ser aumentado por mês para que isso aconteça. Por último, encontre um método. Neste caso, se você quer ganhar mais dinheiro defina o que isso significa em termos de ações e qual deve ser o retorno dessas mesmas ações. Vamos ao um exemplo prático da meta “ganhar mais dinheiro”:
  • 1º passo: Qual é o valor desse meu ganho.
  • 2º passo: Quanto vou ter que aumentar por mês para que esse valor seja atingido no final de 2013.
  • 3º passo: Quantos clientes a mais vou necessitar por mês para conseguir isso.
  • 4º passo: Existe forma de eu aumentar mais os meus serviços ou acrescentar valor ao produto para que isso aconteça?
  • 5º passo: Posso criar produtos que por si só permitam ter uma renda fixa sem acrescentar mais trabalho? (Se não sabe como fazê-lo, aconselho que dê uma olhada sobre este nosso artigo do Pai Rico, Pai Pobre).
  • 6º passo: Testar. Teste todas as alternativas e analise se as mesmas estão dando os resultados esperados.
O que fizemos acima não foi mais do que dividir em vários passos aquilo que, à primeira vista, parece demasiado complexo e confuso. Mais uma vez a simplificação é a técnica que deve ser utilizada.

7. ANALISE CONSTANTEMENTE

Agora que já está preparado para iniciar um ano em grande, chegou o momento de aprender a lidar com o próprio ano. Por mais que você planeje tudo como dissemos acima, existem sempre algumas chances de tudo o que escreveu dar errado. Para ajudá-lo, o meu conselho é que avalie constantemente essas metas. Semanalmente ou mensalmente na pior das hipóteses, reveja o seu plano. Se tudo estiver dando errado, reformule estratégias e parta para a guerra de novo. Os objetivos que você colocou no papel são apenas um guia, o início de um longo caminho. Esse caminho pode ter muitas curvas e acidentes, mas o mais importante é o que você fez para chegar ao final desse mesmo caminho.

8. NÃO MATE OS SEUS PRÓPRIOS OBJETIVOS

Atualmente, existe na sociedade um grave problema que é a definição demasiado ambiciosa de objetivos. Vivemos na época da comparação. “Se o meu amigo do Facebook tem um BMW, eu também quero ter. Se ele viajou para a Austrália, eu também quero ir”. Esta comparação constante (as próprias redes sociais impulsionam isso) fazem com que fique mais propenso a definir os objetivos tendo em conta o que os outros fizeram e não as suas próprias necessidades. Antes de definir as suas metas, o meu conselho é que faça uma análise pessoal e saiba para si mesmo o que o faz feliz. Será que aquele computador é assim tão essencial ou um curso de espanhol traria melhores resultados a longo prazo? Libertar-se do fútil e rápido nos dias de hoje não é fácil, mas é essencial se você quiser atingir o sucesso.
 
metas para 2013

9. CUIDADO: OS OBJETIVOS PODEM MATAR O SEU NEGÓCIO

Os objetivos são uma forma interessante de conseguir melhores resultados mas…podem ser claramente prejudiciais a longo prazo. O melhor exemplo disso são as empresas cotadas em bolsa. Para satisfazerem os caprichos dos seus acionistas, as empresas optam por cortar nos custos, despedindo empregados e comprando material de menor qualidade. Isto a curto prazo é um excelente negócio: gastasse menos e as receitas mantêm-se, durante pelo menos alguns meses. Os números apresentados parecem ser um bom prenúncio para os anos que se seguem.
 
Os problemas vêem depois. Com menos funcionários, os atuais colaboradores precisam de fazer o dobro do trabalho, tornando-se menos produtivos a longo prazo. Os produtos, com menor qualidade, acabam agradando a um menor número de clientes. Com menos pessoas a trabalhar, a empresa tem menos pessoas para pensar em futuros produtos. Esta aspiral acaba por levar a empresa aos maus resultados em menos de um ano. Entretanto, os acionistas, que já compraram e venderam as suas ações, conseguiram lucros interessantes.
 
O mesmo poderá acontecer com os seus objetivos. Suponhamos que você quer aumentar os seus ganhos. Para isso, procura incessantemente por mais clientes. Depois de muita dedicação, você tem cada vez mais propostas. Até poderia contratar outra pessoa para ajudá-lo, mas agora o seu objetivo é so um: gerar mais dinheiro. Por isso, contratar uma pessoa seria apenas mais uma forma de fazer despesa. Está fora de hipótese.
 
Chega ao fim o primeiro mês, os resultados são ótimos: o dobro dos ganhos! Você está exausto, mas diz para você mesmo que basta aguentar um ano e tudo voltará ao normal. Ao fim de três meses você já está com cara de cansado, os clientes começam a reclamar do atraso das entregas e os seus textos perdem qualidade. O seu nome começa a ficar “manchado” no mercado. O seu trabalho de freelancer deixa de ser reconhecido pela qualidade e passa a ser lembrado como um profissional que não cumpre prazos. Ao fim de um ano, poderá até ter conseguido cumprir o seu objetivo financeiro, mas estragou a sua imagem no mercado e já são poucos os clientes que aceitam trabalhar consigo.
 
Esta sequência acontece inúmeras de vezes com vários profissionais. Ao trabalharem tanto para cumprir uma meta, acabam estragando o seu nome no mercado. Antes de definir objetivos materiais, confira se esse objetivo não irá acabar com a sua reputação, motivação e criatividade. A solução para estes casos para por criar recursos que gerem dinheiro constante com menos trabalho (delegar tarefas ou criar um blog por exemplo) ou então por aumentar os preços dos seus serviços (desde que seja justificado).

10. TENHA UM PLANO B

Por último, mas não menos importante, é que você tenha um Plano B. Os objetivos para o próximo ano não podem, jamais, condicionar a sua saúde mental ou financeira. Eles são apenas metas, que se forem cumpridas, vão ajudá-lo, mas se não forem, não será o fim do mundo. Para isso, tenha sempre algum dinheiro de reserva (aconselho que leia este nosso artigo sobre finanças pessoais) e alguma capacidade mental para aguentar o fato de não cumprir uma meta. A sua vida é uma maratona, composta por vários sprints, que têm o intuito de ajudá-lo a chegar à meta final.
Abraço e até já!

Ebook Seja mais Produtivo!
10 passos para arrasar na sua carreira de Freelancer em 2013



Divulgação:

 



domingo, 12 de fevereiro de 2012

10 carreiras promissoras até 2020 nos Estados Unidos

10 carreiras promissoras até 2020 nos Estados Unidos

O ranking do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos pode dar algumas pistas sobre o cenário brasileiro de carreiras quentes para os próximos anos


Engenheiro Biomédico

São Paulo - A queda na taxa de desemprego nos Estados Unidos animou os mercados na primeira semana do mês. Mas como será o mercado de trabalho americano até 2020? O Departamento de Trabalho dos Estados Unidos tentou prever isso em sua mais recente projeção de empregos para os próximos oito anos.

O ranking, que mostra quantas vagas serão abertas até 2020 nos Estados Unidos, pode dar algumas pistas sobre o cenário brasileiro de carreiras quentes para o futuro próximo.
Entre as carreiras que exigem qualificação e ensino superior, a engenharia biomédica é a que vai ter mais crescimento em número de oportunidades de trabalho nos Estados Unidos, segundo o estudo.
O envelhecimento da população somado à crescente demanda por serviços médicos deve aumentar a procura por tecnologia ligada a saúde. Nesse cenário, os engenheiros biomédicos entrarão em ação para desenvolver soluções para a área.

O trabalho vai desde desenvolver órgãos artificiais até sistemas de informação médicos.
Crescimento entre 2010 e 2020: 61, 7%


Coordenador de eventos

A combinação entre a proximidade da Copa do Mundo e Olimpíadas e o Brasil no roteiro das principais turnês musicais colocou o trabalho dos coordenadores de eventos na lista das profissões mais quentes.

Sob a batuta dele estão todas as ações que permitem que um evento seja um sucesso. Da logística à contratação das estrelas. Tudo passa pelo olhar analítico do coordenador de eventos.
Essa tarefa exige bons relacionamentos profissionais, capacidade de fazer decisões com rapidez e habilidade para trabalhar com prazos apertados. Conclusão? Nível 49.85 na escala de estresse, segundo lista das profissões mais estressantes em 2012.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 43,7%


Radiologista

Com o envelhecimento da população, a área de saúde estará em alta nos próximos anos. Neste contexto, os radiologistas têm a função de acompanhar os procedimentos para execução de exames de diagnósticos por imagem. Há dez anos, o Brasil contava com 5.388 radiologistas cadastrados no Conselho Federal de Medicina.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 43.5%


Intérprete e tradutor

Com o Brasil no centro das atenções mundiais, intérpretes e tradutores também ganharam uma atenção extra da companhias que querem conquistar mercados para além das fronteiras do Brasil.
Destaque para o cargo de tradutor juramentado, que exige concurso público, mas habilita o profissional a traduzir documentos oficiais.

 Esse tipo de serviço é indispensável, por exemplo, para a tradução de documentos de estudantes de MBA estrangeiro.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 42,2%


Analista de pesquisas de mercado e especialista em marketing

Perceber os desejos do consumidor para materializar isso em produtos, campanhas e serviços. Esse é o objetivo final da carreira dos analistas de pesquisas de mercado que trabalham em conjunto com os especialistas em marketing.

Destaque para a carreira de cool hunter que tem a função de trabalhar com pesquisa ou análise dos fatos do presente para projetar as repercussões no futuro.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 41,2%


Terapeuta familiar

O terapeuta familiar tem a função de diagnosticar e tratar problemas emocionais, afetivos, comportamentais e cognitivos tendo em vista o contexto familiar dos indivíduos em questão. Com base na psicoterapia, ele deve pensar em métodos para auxiliar a família como um todo.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 41,2%


Fisioterapeuta

Ajudar na reabilitação de pacientes com doenças severas fez com que 78% dos fisioterapeutas demonstrassem real satisfação com suas rotinas de trabalho, segundo ranking dos profissionais mais felizes. Essa é outra carreira em alta graças a fatores como o envelhecimento da população.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 39%


Dentista

No Brasil, após a graduação de cinco anos em Odontologia, os dentistas podem ser especializar em cerca de 20 diferentes especialidades que vão de ortodontia a odontologia legal, passando por radiologia e odontologia do trabalho, para atuar em empresas.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 37,7%

Fonoaudiólogo especializado em Audiologia

As mudanças na rotina das pessoas (por conta da poluição sonora) somadas ao envelhecimento da população podem aumentar o campo de trabalho de fonoaudiólogos especializados em audiologia nos próximos anos.

O trabalho desses profissionais é diagnosticar e prevenir problemas de audição, além de adaptar aparelhos para problemas auditivos.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 36,8%


Educadores em saúde e qualidade de vida

A profissão voltada para formados em Educação Física tem o objetivo de encorajar a qualidade de vida e o bem estar em comunidades. A procura será alta em empresas e instituições da área de educação.

Crescimento entre 2010 e 2020 nos EUA: 36,5%